Seja Bem-Vindo!

 

 

mensagem

 

       

MUDAR
Por: Jaime Folle

 

“Tenho meus defeitos, afinal todo mundo tem”.

Isso indica qualquer tipo de indisposição para mudança. Ao afirmar que todos têm defeitos, a pessoa tenta se eximir de qualquer empenho para se livrar dos seus. Tais frases deveriam desaparecer da mente e da boca de cidadãos de bem, pois, quem reconhece ter algum defeito, deveria procurar com afinco eliminá-lo – e não se consolar com o fato de todos terem os seus.

Muitos casais em conflito fazem terapias para tentar encontrar um modo de convívio sem querer mudar-se a si próprio. Isso quando não pretendem mudar o parceiro para resolver um problema que está dentro de si e, por vezes, simples de resolver.

Por que é tão difícil mudar mesmo quando sabemos que determinados hábitos ou atitudes são prejudiciais? Uma questão aparentemente simples, porém, de extrema dificuldade, é de proceder a mudanças quando necessárias.

Muitas são as questões que envolvem os motivos que levam alguém a se decidir pela mudança. Elas dizem respeito, entre outros aspectos, ao papel de querer ter razão sempre pela via da ação disciplinada e por vezes, ousada, chegando ao radicalismo de romper com alguém ou até matar, pensando com isso solucionar seu problema. São muitos os casos de pessoas que tiraram a própria vida. Na real, querendo se livrar do seu problema, só encontram solução dando fim a si mesmos.

As mudanças sempre serão bem vindas, desde que para melhorar ou para mudar um antigo hábito. Quando alguém se dispõe a mudar de vida sob o aspecto econômico, talvez isso se deva a alterações ocorridas de como vinha administrando sua vida material ou grupo social, passando a conviver com gente mais despojada e não se sentindo à vontade para exercer o estilo de vida que estava habituado. Outros já pensam em mudar seu estilo de vida em direção da simplicidade e vão em busca de ambientes no qual essa seja a regra.

Mudar o contexto social para ser feliz é uma coisa, porém, muitos mudam como uma fuga de seus problemas e com isso pioram ainda mais a situação.

Toda a mudança requer uma boa dose de sacrifício por isso que poucos mudam, e preferem tecer críticas para se eximir da vontade que eles próprios teriam de mudar. A única coisa fácil que encontram a fazer, sem sacrifício, é fazer crítica.

A vontade pessoal e a autoanálise são ingredientes fundamentais para a mudança, por isso, o sacrifício inicial vai compensar a mudança para que melhorias aconteçam no futuro.

Mude enquanto é tempo!

Até a próxima!